Archive for the ‘Feirinha de Disco’ Category

Collectors Rock Fair

agosto 24, 2012

Em 1979, Eddy Teddy (pioneiro da cena rockabilly no Brasil) e Wilian Baroni (mais conhecido como Velho), iniciavam no quintal de casa a “Feira de Discos”, evento mensal que reunia amigos para trocar discos e informações de rock & roll. Nessa época era praticamente impossível encontrar discos ou qualquer coisa relacionada ao rock no país, então a “Feirinha” como era carinhosamente conhecida, era uma maneira de reunir os colecionadores espalhados por todos os cantos. De lá para cá muita coisa mudou, principalmente o acesso a informação criando cada vez mais facilidades que antigamente eram impossíveis de se imaginar.

Com esse mesmo propósito que resolvemos dar continuidade a este projeto e criar no Facebook um espaço para colecionadores, fabricantes, lojistas e apreciadores de rock & roll espalhados pelo mundo para um intercambio cultural na Collectors Rock Fair. Se você coleciona discos, livros, revistas, vídeos e jornais ou apenas aprecia rock ou procura algum artigo do gênero CURTA a página e divulgue seus produtos, temos a certeza que encontrará aqui alguém querendo negociar com você.

By 1979, Eddy Teddy (a pioneer in brazilian rockabilly scene) and Wilian Baroni (a.k.a. Velho), started the “Records Fair” at their own backyard. A monthy event that gathered friends to trade records and share information about roc´k & roll. At that time it was barely impossible to find albums or anything else related to rock in the country, so that the “Feirinha” (as it´s lovely known), was a way to unite the collectors spread everywhere. Since than, many thing have changed, mainly the access to information, creating even more facilities that in the past were impossible to figure out.

With this same purpose we decided to continue this project and create a “place” in Facebook to collectors, producers, merchants and addicts to rock & roll, spread around the world, to a cultural interchange in Collectors Rock Fair. If you collect albums, books, magazines, videos and newspapers or just love rock or search for something related, give it a “LIKE” and promote your products. We are sure that you´ll find someone here to deal with you.

http://www.facebook.com/CollectorsRockFair

Feirinha de Disco ” Collectors Rock Fair”

agosto 23, 2011
Jornal da Tarde 08/07/92

Jornal da Tarde 08/07/92

O prazer de colecionar discos

novembro 16, 2009

Amigos e leitores do Blog, infelizmente estive ausente durante estes dias por motivo de viagem, estava a trabalho em Orlando / Florida.

Ontem completei 35 anos e fiquei muito feliz pelas mensagens no Orkut, pelas ligações e pelos e-mails, por isso resolvi escrever este texto sobre a arte de colecionar discos e poder compartilhar com os amigos, prazer que graças a Deus pude herdar do meu pai.

Pelo fato de morarmos num apartamento pequeno, infelizmente tive que puxar literalmente o freio de mão, se não mais um pouco teria que dormir em cima dos discos.

Cada vez que eu mudo de casa, tenho que pensar como se tivesse um outro filho, tudo tem que ser muito bem estudado e muito bem planejado.

Não da para explicar direito para as novas gerações que simplesmente não possuem o apego de colecionar discos, pela simples praticidade de baixar o cd e a musica que querem na Internet como é essa sensação.

Quando meu pai faleceu me desfiz de algumas coletâneas e algumas coisas que só tinham valor emocional para ele, e nessa hora percebi o que significa valor emocional.

As pessoas não dão a mínima quando você vai vender um disco, o valor que aquilo tem só tem significado para quem realmente coleciona discos, para as outras pessoas se resume em quantos kilos de disco você vai vender.

Eu ainda peguei uma época onde encontrar um disco era o motivo de fazer uma festa, reunir os amigos e literalmente furar o disco de tanto escutar.

Hoje tenho orgulho de ter uma coleção que tem um pouco mais de 3 mil cds e próximo de Mil discos de vinil. Sem contar uma coleção de DVDS e ainda muitas fitas cassete. (estas sim preciso passar para cds)

Montei uma estante que é dividida em 3 módulos e vai até o teto, essa estante é o berço para minha coleção que divido por estilos que vão desde o blues até as bandas punks.

Além de ter herdado o prazer de tocar rock & roll do meu pai, acho que este lance de colecionar discos e receber amigos em casa que era o que meu pai mais curtia, são as coisas que me dão prazer também.

Minha vida é marcada por trilhas musicais e confesso que sem os amigos para compartilhar estas coisas nada disso teria significado.

Esta é uma matéria que fizeram comigo para o Jornal Diario do Comercio em 2003.

diario

Diário do Comércio

Feirinha de Disco (A História)

outubro 1, 2009
 

jornal_folha_da_tarde_8_7_92
jornal_folha_da_tarde_8_7_92

Um dos assuntos que já esta praticamente encerrado para o documentário sobre a história do Eddy Teddy, foi a feirinha de discos. Por isso resolvi postar mais um texto contando um pouco mais desta história.

A idéia começou com o Eddy e o Willian baroni (O Velho). Em 1979, estavam procurando uma forma de reunir colecionadores e apreciadores do Rock & Roll para intercâmbio de discos e informações.

Então veio a fórmula, reunir o pessoal uma vez por mês, aos domingos, das 10às 13hs no quintal da nossa casa. No dia 28 de outubro daquele ano fizeram a 1ª Feirinha de Discos, e a reação foi muito boa.

A idéia deus certo e as reuniões começaram a se repetir todo mês. O pessoal foi aumentando e de um pequeno grupo, passou a receber gente de todos os cantos da cidade e até do interior.

 O pessoal trazia os discos e colocava em cima de uma mesa ou no chão, apoiados no muro ou em caixas e sacolas ´pr todo o quintal.

Nessa mesma época morávamos no bairro do Limão, e o quintal não era muito grande, as parecia crescer a cada feira. A casa tinha uma entrada lateral que dava para a vila por onde o pessoal entrava ( o espaço para a feira não tinha mais que uns 50m2 ).

Os primeiros tempos foram os melhores para se conseguir raridade em discos. Depois, os colecionadores foram aumentando e os discos, principalmente os de rock dos anos 50, foram desaparecendo para transas de troca, compra e venda. No começo só faziam o intercambio de discos.

Depois mudamos para a Av. Eng. Caetano Álvares, no mesmo bairro do Limão e lá onde o quintal era muito maior e a garagem era coberta, passou a promover shows durante o horário da feira. Apareciam bandas de amigos e as em que o Eddy estava envolvido.

Tocaram o Satisfaction, o Revolution, o Ruy Dilan, os Jet Black´s lançaram lá um disco que se eu não me engano era o Remenber the Shadows & The Ventures, inclusive com cobertura da TV Cultura. E nesse dia teve até uma canja do Tonny Campello. Também numa outra ocasião o Tony fez dupla com o Deni ( da dupla com Dino, na jovem Guarda).

Em 83, o Eddy formou o Coke Luxe, a partir de um papo com o Jipp Willis na feira. Nessa época também era mantido num canto do quintal uma mesa de bebidas à preço de custo, para o pessoal poder curtir a feira e tomar um aperitivo, sem precisar ir ao bar da esquina. Rolava, Cuba Libre, Hi-Fi, Whisky e Coca Cola para a mulecada. Muita gente levava os filhos que aproveitavam e brincavam com a gente.

Na feira também evoluiu o The Ventures – Fan Clube do Brasil, fundado pelo Manuel Bolonha e o Toninho Macete. Inclusive comemoraram o aniversário do fan clube na mesma época. Isso durou até 02/10/83, ou seja, 4 anos.

A partir daí, transferiu o local para o Galpão ao lado da Golden Hits, do Tangerino, Fernando e Hélio, que costumavam freqüentar a feira desde o inicio e se ofereceram para mantê-la.

A primeira no novo local foi em 20/11/83 e de lá para muita gente nova foi aparecendo. Houveram algumas modificações na estrutura e muito pioneiros ainda participam até hoje.

Da fase na nossa casa ficaram as lembranças, as boas amizades, discos raros que meu pai pode conseguir e a satisfação em ver que uma idéia do meu pai e do Velho estão até hoje.

feira

Collection Rock Fair – Feirinha de disco

agosto 12, 2009
(Primeiro ano de aniversário da Feirinha de Disco na Av. Mandaqui)

Feira de disco
Feira de disco

Um dos assuntos que não podemos deixar de falar no documentário é a Collection Rock Fair, ou como era carinhosamente chamada “Feirinha de disco” que começou no quintal da minha casa na Av. Mandaqui / Bairro do Limão (SP) no final dos anos 70 e depois se estendeu para outras regiões.

 Para quem não conheceu, era um encontro mensal de colecionadores de disco que era organizado pelo meu pai e pelo Wilian (Velho), onde o propósito era a troca de informações, discos e artigos relacionado ao Rock & Roll e encontrar os amigos.

Na época que surgiu, eu era muito criança e brincava no quintal enquanto a informações se propagavam pelo ar, como gostaria de voltar no tempo.

Não era tão fácil como nos dias de hoje achar um disco ou pesquisar sobre uma banda, as informações eram passadas quase de boca-boca.

Tinha que gostar muito e garimpar bastante para correr atrás dos discos e informações, lembro que quando meu pai conseguia um disco era um motivo de festa.

Na época pessoas como Kid Vinil, Luiz Calanca, Raul Seixas, Tony Campello, Sussego, o próprio Jet Blacks lançou disco numa destas reuniões e muito outros freqüentavam os encontros.

Puta saudades disso, quanta coisa mudou nestes últimos anos, parece que a musica se tornou descartável, que não existe mais raridade, ou esta toca de informações.

 Muitas vezes comentamos que hoje em dia o cara começa a curtir um determinado som e quando chega numa festa já chega pronto, no visual e tudo mais.

Feira de disco

Feira de disco

( Feirinha de disco Na Eng. Caetano Alvares)