Quando o Rock and Roll nos escolhe !!

It´s only Rock & Roll !!!

Muitos já escutaram aquela pergunta – Como é que você começou a gostar de rock & roll? ou então, Como você conheceu este tipo de musica?

Vira e mexe recebo algum e-mail ou alguém me procura para escrever ou dizer alguma coisa sobre meu gosto musical e sobre meu estilo de vida, que na verdade para mim é um privilegiado ter conhecido este estilo através do meu pai e também por ter aprendido tantas coisas não só com ele, mas também com os seus amigos, que até hoje tenho muita amizade.

Sabem aquela expressão – Esse gosto vem desde berço!!, comigo não poderia ser diferente, seria mais ou menos se perguntassem isso para um filho de um torcedor de futebol fanático, a diferença maior é que a música pega na nossa ferida e a todo momento esta presente e compondo trilhas para as mais diferentes fases da nossa vida, por isso podem ter certeza: Se não existir música, não existe mais vida faz tempo.

Meu pai por exemplo, até sua morte foi marcada pela musica: Get Together ( Youngbloods), uma escolha sua e passada para os amigos ainda vivo que posteriormente providenciaram como trilha do seu funeral….até hoje fico mal quando escuto este som.

Antes de continuar minha viagem com este tema, vou dar uma pausa para traduzir esse som e reparem se não era a meneira do Eddy dizer adeus.

 
Get Together

O amor é apenas uma canção que cantamos

E o medo é a forma de morrer.

Você pode fazer as montanhas tocarem

Ou fazer os anjos chorarem.

Embora o pássaro está na ala

E você pode não saber o porquê.

Vamos agora as pessoas

Sorriso para seu irmão

Todo mundo se reúnem

Tente amar um ao outro agora

Alguns virão e alguns vão

E nós, certamente passaremos.

Quando a pessoa que nos deixou aqui

Retorna para nós no passado.

Nós somos apenas a luz solar do momento Apagando-se na grama.

Vamos agora as pessoas

Sorria para seu irmão

Todo mundo se reúne

Tente amar um ao outro agora

Se você ouvir a música que cantamos

Você vai entender.

Você segura a chave para o amor e o medo

Em sua mão trêmula.

Apenas uma chave destranca ambos

Está em seu comando

Vamos agora as pessoas

Sorria para seu irmão

Todo mundo se reúne

Tente amar um ao outro agora

 

Bom, vamos lá:

Parece até bobagem dizer isso, mas quando pegamos um gosto por um tal estilo musical, na verdade o som que toca na nossa alma e certamente será muito difícil se desligar dele, acho que só quem realmente gosta consegue entender o que estou dizendo.

Nosso circulo de amizade faz parte desta escolha, muitas vezes discutimos ou trocamos idéias mais sobre nossos gostos musicais do que sobre nós mesmos, sabemos mais sobre nossos artistas prediletos do que sobre nossos próprios familiares.

Quando você se torna um viciado pela música é que começa a piorar ainda mais porque em diversos momentos se torna prioridade, por exemplo: Toda vez que eu mudo de casa eu tenho que olhar em primeiro lugar a sala para ver se cabem meus discos e se eles se acomodam bem, quando a casa passa por uma reforma é outro parto porque é um monta e desmonta, um cuidado para os discos não saírem da ordem ou não riscarem que só quem é colecionador sabe o que é isso.

Se você se separa da mulher, é uma merda porque ela negocia o resto das coisas pegando na sua ferida que são os discos: Você fica com os discos e eu fico com a casa toda mobilhada…é uma merda, mas viramos os caras mais fiéis a nossa coleção pois não a largamos por nada.

Outro fato curioso é que você pode até ter uma empregada doméstica, mas certamente dirá para ela que na estante é você que vai limpar, sem falar na quantidade de outras coisas que acaba colecionando e acumulando por causa da musica, como por exemplo revistas, jornais, livros, recortes, badulaques, botons, palhetas, resumindo, qualquer coisa que te traga um pedaço dos seus grandes ídulos e vezes vai ver uma vez na vida e outra na morte….mas o prazer de ter tal coisa é como uma foda bem dada.

Quando analizamos a vida amorosa de um fanático por som é que percebemos o quanto somos fieis ao nosso estilo músical, porque ou descolamos alguém que curta ou tolere esse nosso gosto ou é nula a possibilidade desse caso rolar mais do que uma trepada.

E é por isso que muitos curtidores ou pulão de galho em galho como um macaco gordo, ou acabam opitando em viver infurnado com seus discos e tralhas.

Por exemplo, já mais namoraria com uma mulher pagodeira ou funckeira. (nada contra, respeito todos os estilos), mas seria impossível.

Hoje em dia são poucas opções de bares que tocam o som curtimos e com isso os botecos se transformam na nossa casa e na casa dos amigos que possuem o mesmo vício. No meu caso por exemplo, além da minha mulher ter que dividir o mesmo espaço que eu e minhas tralhas ainda precisa dividir o espaço com um monte de amigos amaldiçoados pelo rock & roll e que precisam disso para continuar vivendo, pelo menos uma vez por mês….por isso sou um cara de sorte e a maioria das pessoas que descolei na minha vida curtiam alguma divisão do rock & comum, se não não durava mais que uma trepada.

O gozado é que sou de uma família de três irmão com a mesma base familiar e eu fui aquele que foi pego pelo Rock & Roll. Não que meus irmão não gostam de rock, pelo contrario, eles adoram, mas não foram contaminados por essa doença ou viciados por esta droga que me faz tão bem.

Resumindo, existem aqueles que fazem do som um hobby ou se tornam ecléticos e aqueles que a música é que te escolhe e faz de você acaba fazendo parte dela.

Confesso a vocês, minha vida é rock & roll e eu me orgulho muito dela.

Devo tudo a este rock & roll, as amizades que fiz e também as inimizades, aos lugares que conheci e aos que ainda quero conhecer, aos porres que já tomei e aos momentos sóbrios, as lagrimas que já derramei e as muitas risadas que eu dei, as mulheres que já descolei e as mulheres que já perdi, as ótimas lembranças que eu tenho e também as tristes, as putarias e também as coisas sérias que marcaram momentos da minha vida, aos desabafos e aos consolos, ao pai que tive e também a mãe, as bandas toquei, as bandas que participei e as que eu ainda quero tocar, os shows que assisti ao vivo e os que assisti pela telinha…resumindo, obrigado por eu ser um desses poucos caras que curtem esse tal de rock & roll o por fazer parte de um publico tão seletivo no meio dessa massa manipulada pelo modismo.

Anúncios

Uma resposta to “Quando o Rock and Roll nos escolhe !!”

  1. Drikat Says:

    Long Live…. Don’t stop the music!!!

    Bjs
    Brika

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: