Se não existisse o negro, eu podia ter nascido surdo!

Eddy Teddy (Brazilian Rocker)

Se eu tivesse que guardar um frase do meu pai a respeito da música, eu guardaria esta: “Se não existisse o negro, eu podia ter nascido surdo!¨

Cada vez que lembro dessa frase, mais eu reforço a importância dos negro e da música negra em toda minha formação e gosto musical.

São inúmeras as histórias e as contribuições dentro do rock, isso sem contar as influências que a maioria das grandes bandas tiveram, os adolescentes, as rádios e a vida como um todo.

Não existe rock & roll sem blues, rockabilly sem rock & roll e psychobilly sem rockabilly, Como dizem os Stones, foi necessário ter vivido como os negros para sentir o Blues.

É diferente quando cantamos e sentimos aquilo que estamos colocando para fora.

De um tempo para cá, desisti de escrever músicas sobre terror, como escrevia no Krents..apesar do gosto que tenho por filmes e pela cultura trash, hoje em dia não faz mais sentido para mim falar sobre isso…mesmo assim nunca deixarei de curtir e me divertir com a parada.

Nunca concordei e sempre achei meramente impossível alguém comentar que curte um estilo e odeia o que originou aquilo, como alguém pode gostar de psychobilly e odiar rockabilly??

Cada vez mais mergulho de cabeça nas raízes e como vamos aprendendo e descobrindo as coisas, quanta gente importante morreu sem ser ao menos reconhecido, quanta gente foi sugada, o que seria do Elvis??

Dessa vez quero compartilhar com você uma pequena entrevista com o Eddy publicada no Rabo de Peixe, nº 2 – (Primeiro Zine Rockabilly Brasileiro) falando exatamente sobre a musica negra na vida do Eddy Teddy.

Espero que gostem, publiquem suas experiência e contribuem com este espaço.   

Eddy teddy

Rabo de Peixe

Anúncios

6 Respostas to “Se não existisse o negro, eu podia ter nascido surdo!”

  1. Matheus GOndim Says:

    Legal ler isso Luiz, concordo plenamente com você, muita gente pensa que o rock começou com o Elvis e Bill Haley e ha quem pense que começou com Beatles e Stones, mas se não fosse a negada do blues e do spiritual nada aconteceria. Achei legal seu comentário sobre o psycho e o rocka tb, vejo que tem muita gente radical na cena..outro dia no FaceBook começaram a descascar pra cima do Mad Sin porque “não fazem mais o som true de antes, bla bla bla mimimimimimimimi” haja saco…Robert Jhonson faria 100 anos e tem muito carinha na cena que nem sabe quem foi…

    Abraço!

    • luizteddy Says:

      Cara, obrigado pelo post.

      Tem coisas que realmente da pena quando escutamos, principalmente por ver muita gente que se acha o rocker pelo fato de se produzir para as festas…
      Todos precisam se interessar pela história antes de sair falando merda. Da mesma forma que um dia escutei de um cara que o Eddy estava cantando em outra banda.
      Sabe, ninguém é obrigado a conhecer a fundo, mas quando resolve se produzir e se intitular como alguma coisa deve ter o mínimo de conhecimento..

      Outro lance que seria du caralho é se você pudesse escrever alguns lances das coisas que acontecem por ai, como é o lance de fazer rock & roll em Manaus…pense nisso, iria enriquecer pra caralho o Blog se tivessemos histórias do movimento pelo Brasil….não quero ficar escrevendo só do Eddy ou de SP.

      Abraço

  2. Thiago Vareja Says:

    Concordo com o Teddy plenamente, trabalho na livraria Saraiva na parte de música e sempre converso com o meu brother do setor quando colocamos blues ou rockabilly pra tocar sobre as influencias nítidas da música negra em praticamene TUDO o que ouvimos. De fato os negros foram fundamentais na história da música.

    • luizteddy Says:

      Valeu pelo post cara…
      Ja que trabalha na Saraiva, quando tiver algumas dicas interessantes e quiser contribuir com o Blog, fique a vontade..
      Sempre é bom enriquecer de informação por aqui.

      Abraço

  3. Fabricio Fanfa Says:

    Muito foda esse post cara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: