Uma vida com muitos “personagens” de sucesso.

Eddy, Luiz, Tio Zéca, Neno e Marcos

A medida que o documentário avança observo através das entrevistas a figura carismática que foi o Eduardo Moreira não só para mim, mas para todas as pessoas que circularam na sua vida.

Sempre reflito que encarnamos diversos personagens em nossa vida, seja na figura de amigo, de pai, de profissional e isso me fez escrever um pouco mais sobre os personagens de sucesso vividos pelo meu pai.

Na figura de filho, vou começar este primeiro capítulo falando sobre o “Pai Du”, nome batizado por mim ainda quando criança e posteriormente alguns amigos dele mantiveram carinhosamente este apelido.

Somos em 3 irmãos, eu, Marcos e o Carlos (mais conhecido como Neno) e tivemos uma infância privilegiada pelos pais que tivemos.

Nossos pais sempre nos apoiaram em tudo, nos deram liberdade, foram nossos amigos, nossas referências, e o que me da mais orgulho é que nunca vi uma discussão deles.

Nasci numa casa bem simples que ficava na av. Mandaqui, morávamos de aluguel, era uma casa com um dormitório e meu pai já foi logo improvisando uma divisório na sala que virou meu quarto.

Quando volto no tempo, vejo como ambos batalharam, meu pai se esforçando ao máximo no trabalho e minha mãe cuidado da gente, e olha que cuidar de 3 filhos homens não é fácil.

Como um grande preocupado em resgatar a memória, meu pai sempre fez questão de registrar tudo, até minhas primeiras palavras em uma fita cassete, as quais, guardo até hoje com o maior carinho.

Minha casa sempre foi um reduto de muita festa e alegria, quantas festas rolaram por lá, por ser uma época onde não se existiam computadores lembro dele recortando revistas e fazendo as colagens num sulfite e depois aplicando aquelas letras que precisava esfregar para escrever uma palavra para faze os convites.

E por falar em recortes, meu pai era apaixonado por fazer colagens, não só nos convites, mas também em montar quadros, era um mais maluco que o outro.

Quantas viagens fizemos em família, entre as que mais marcaram foram os acampamentos em Paúba. Viajávamos com uma baita turma (bem lance de hippie…rs), e meu pai conseguia fazer malabarismo com as coisas que levávamos em sua Brasília branca.

Outras que marcaram bastante foram as viagens para São Sebastião, Juquiratiba (sítio do Ló) e também minha primeira viagem de avião para Itapiruba / SC.

Outra coisa que marcou muito foi o fato do meus pais sempre deixarem a gente receber amigos em casa, era difícil a casa ficar vazia. Lembro que ele e minha mãe se reunião com os amigos na sala e agente ficava no quarto fazendo uma puta bagunça.

Como tenho saudades dessa época onde eram os adultos escutando rock & roll na sala, tomando um aperitivo e depois rolava uma pizza e a mulecada (geralmente eram os filhos do Ló, do Massao e do Piga) brincando e também escutando um som no nosso quarto.

Além disso, sempre rolava passeios em parques, museus, cinema, shopping e também passeios na Galeria do Rock.

Me recordo também do meu pai tirando no violão os acordes das músicas que eu estava aprendendo a tocar, da guitarra que ganhei dele, da primeira vez que ele cantou uma música na minha banda, dele gravando com o Krents no estúdio, é praticamente tudo que havia feito antes dele ter partido tenha tido sua participação ou até mesmo escutado sua opinião.

Esse era um lado do Eduardo / Eddy Teddy que poucas pessoas conheceram e me sinto privilegiado em ter sido o seu filho.

O “Pai Dú” além de um grande pai foi sem dúvida ao lado de minha mãe a base da nossa família, tanto por parte da família dele como da família da minha mãe e com sua partida a sensação foi a de que teríamos que aprender a andar sozinhos.

Aquele nosso herói, que era um apaixonado pela vida tinha partido sem se despedir. Coisas da vida.

Anúncios

2 Respostas to “Uma vida com muitos “personagens” de sucesso.”

  1. cassio maeji Says:

    Ola a Tdos!

    Por um tempo toquei no Rockterapia ( teclado ) , e tive o imenso prazer de conviver com o Ed Ted, Nuno, Ló entre outros.

    Atualmente moro em Registro e trabalho com informatica, bom…

    Fica aqui o meu abraço a todos!!!!!

    cassio maeji

    • luizteddy Says:

      Cassio você não imagina o quanto fiquei feliz com o seu e-mail.
      Estava muito querendo te achar.
      Estamos fazendo um documentário e queria muito marcar com você uma entrevista, vou te escrever um e-amail..

      Grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: